ABDI inicia projeto em economia circular com a cadeia do plástico

21/01/2020

A economia circular, mesmo não sendo algo totalmente novo, a cada dia ganha espaço no universo industrial do país. Pela definição, o conceito visa eliminar a noção de resíduos, mantendo os materiais em utilização pelo maior tempo possível, proporcionando benefícios econômicos, sociais e ambientais. Para incentivar a chamada logística reversa, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Associação Brasileira do Plástico (Abiplast) assinaram acordo de cooperação técnica.

As duas entidades entendem que a parceria ajuda a estimular um olhar para o futuro a partir de uma produção e consumo sustentáveis. Mais ainda, ambos destacam a grande presença do setor de plásticos na sociedade atual, o que inclui outros segmentos industriais. De fato, hoje, temos contato com materiais plásticos nas mais diversas atividades, sendo muitos deles descartados. Em 2016, o índice de reciclagem de embalagens pós-consumo foi de 25,8%, equivalente a 550 mil toneladas, segundo dados da Fundação Instituto de Administração Picplast. Na mira dos dois parceiros está aumentar esse índice.

Outras vantagens

A cada tonelada de material reciclado há uma economia média de 75% de energia e de 450 litros de água, além da geração de mais de três empregos de catadores. O objetivo da ABDI é iniciar o projeto de Economia Circular com a cadeia do plástico. Em parceria com a Abiplast, serão selecionados municípios que, preferencialmente, tenham coleta de recicláveis para os projetos pilotos. No futuro, a ideia é expandir as ações para outros setores.

Leia o material na íntegra no https://bit.ly/37XTtNR

0 Comentários
Escrever Comentário

Veja também

19852 Produção de celulose no Brasil cresce 5% Saiba Mais
19851 Neoenergia contrata financiamento com BNDES Saiba Mais
19850 Alta recorde em agosto indica retomada da indústria Saiba Mais