Questões estratégicas para o futuro da mineração

11/09/2019

Tempos de mudanças. Muitas indústrias no mundo atualmente enfrentam desafios para se adaptar ao novo ambiente de negócios. Na mineração, por exemplo, é preciso redefinir como operar em um cenário mais complexo, caracterizado por volatilidade, crescente lacuna de talentos, redução do acesso a insumos essenciais, como energia e água, e desaceleração da economia chinesa, grande mercado consumidor de minério, que deve crescer nas taxas mais baixas da década.

Estudo promovido pela consultoria Deloitte analisou o cenário do setor e propôs alternativas para as empresas mineradoras. Nomeado Tendências da Mineração, o levantamento chega à 11ª edição trazendo ainda importantes insights: melhora nas estratégias corporativas, revisão das abordagens de gestão de risco e do relacionamento com públicos de interesse são alguns dos pontos destacados, assim como adaptação à transformação digital e a criação de um ambiente de trabalho mais diverso e inclusivo.

Nessa nova ordem mundial, as mineradoras devem ir além da comunicação do valor que costumam fazer e precisam articular o que defendem, desenvolvendo modelos de negócios diferenciados, projetados para gerar valor a longo prazo. O último ponto, por sinal, é considerado estratégico. Isso porque, para atingir essa maior valoração, novas estratégias corporativas precisam ser desenvolvidas.

Neste sentido, o estudo da Deloitte aponta três mensagens-chaves para o setor prosperar em meio ao desafiador cenário atual. Em linhas gerais, elas envolvem gestão corporativa e de pessoas, além de tecnologia (e transformação digital). São elas:

  1. A disruptura e a volatilidade tornam imperativo para as empresas de mineração esclarecer como planejam gerar valor no futuro e como pretendem responder quando os preços inevitavelmente caírem novamente. Para prosperar, as organizações do setor precisarão desafiar o status quo, solicitando uma diversidade de opiniões e assumindo o risco de fazer as coisas de maneira diferente.
  2. A tecnologia e a inteligência artificial (IA) desempenharão papel fundamental, não apenas para ajudar empresas a prever cenários futuros, mas também para identificar riscos em nível empresarial e transformar a cadeia de suprimentos. Além disso, os avanços em plataformas financeiras, tecnologia de sensores, veículos autônomos, soluções com base em nuvem e análises estão preparando o caminho para o projeto de uma mina digital.
  3. Entender as necessidades e percepções das pessoas dentro e fora da organização será essencial. As empresas devem construir um local de trabalho mais diversificado e abordar o planejamento sucessório, promovendo a lealdade e retenção entre os funcionários existentes. Ao mesmo tempo, as empresas precisam fazer um maior contato com as comunidades locais, governos e consumidores, para que possam ser mais transparentes e receptivos.

Para ter acesso ao documento completo e saber mais, acesse a página da Deloitte.

0 Comentários
Escrever Comentário

Veja também

16802

Mais eficiência energética, mais competitividade

Saiba Mais
16743

São Paulo cria sistema de logística reversa de embalagens

Saiba Mais
16706

Competências e futuro do trabalho em manufatura

Saiba Mais