Sua indústria está pronta para enfrentar as mudanças climáticas?

30/04/2024

Para colaborar nas soluções que você pode planejar para sua empresa, o governo, por meio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) começou um grupo de trabalho dedicado a elaborar um plano para o setor industrial com foco na melhor adaptação para os efeitos negativos causados pelas mudanças climáticas.

O documento se chamará Plano Clima Adaptação – Setor Indústria e terá em seu conteúdo o mapeamento e a identificação das cadeias produtivas mais vulneráveis desse campo, com alternativas sobre o que pode ser feito e como pode ser obtido capital. Com a coordenação da Secretaria de Economia Verde Descarbonização e Bioindústria do MDIC e com convidados permanentes do setor produtivo e da sociedade civil (Confederação Nacional da Indústria [CNI], Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social [BNDES], Pacto Global, Confederação Nacional dos Trabalhadores da Indústria [CNTI] e outros), o GT precisa entregar a indicação de metas de adaptação até o ano de 2030 e as diretrizes para o período de 2035 a 2050.

É importante frisar que o plano dará atenção especial aos vários segmentos industriais e as diversas realidades climáticas do Brasil, como indicou o secretário de Economia Verde, Descarbonização e Bioindústria do MDIC, Rodrigo Rollemberg, que explicou: “O objetivo desse grupo é fazer um plano que permita a utilização de todos os instrumentos de financiamento, como o Fundo Clima e o Fundo Amazônia, pois todos os setores da indústria serão impactados pelas mudanças climáticas. O setor agroindustrial, por exemplo, sofre com a seca extrema e com o excesso de chuvas que pode atingir a cadeia de suprimentos e impactar o custo da produção. Vamos analisar os cenários e indicar ações para que todas as cadeias consigam se adaptar”.

Dentro desse debate sobre a crise climática, Guilherme Syrkis, diretor-executivo do Centro Brasil no Clima (CBC), avalia que o ano de 2024, no qual o país ocupa a presidência do G20 e será sede da 30ª Conferência Climática das Nações Unidas (COP30), é o momento-chave para o Brasil aproveitar as melhores oportunidades diplomáticas com o objetivo de atrair os parceiros certos para o financiamento climático do país, levando em conta que, em 2023, quase US$ 35 bilhões foram recebidos em investimentos para projetos de transição energética.

Saiba mais no site epbr, site do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços e site Portal da Indústria.

0 Comentários
Escrever Comentário

Veja também

Thumb Mobil Industrial 
Newsletter 14.05 500X300 3 Desafios para proteger a segurança tecnológica das indústrias Saiba Mais
Thumb Mobil Industrial 
Newsletter 14.05 500X300 2 Como a IA pode auxiliar as lideranças mundiais? Saiba Mais
Thumb Mobil Industrial 
Newsletter 14.05 500X300 1 Gás natural: estudo revela potencial do mercado no país Saiba Mais